seminário em defesa da vida
Com a proposta de informar o público adolescente sobre os riscos do aborto, o Movimento pela Vida e a Não Violência (Movida) vai realizar em Fortaleza, nos próximos dias 7 e 8 de agosto, o I Seminário em Defesa da Vida Humana. O evento é uma parceria do Movida e Associação Nacional da Cidadania pela Vida (Adira), que tem o apoio da Universidade Federal do Ceará (UFC).
A programação inclui palestras de médicos, juristas e especialistas no assunto, com o intuito de fortalecer a questão e levar informação de qualidade à sociedade. “Queremos capacitar interessados e formar multiplicadores na tarefa de levar a mensagem de valorização e defesa da vida às comunidades, escolas e universidades de uma forma geral”, explica Fernando Lobo, diretor do Movida.

Palestras
O ciclo de palestras do evento será formado por nomes que há anos se engajam na luta em promoção do direito de viver. Entre eles, o economista e mestre em administração de sistemas Eduardo Melo, de Curitiba, o presidente da Adira e também professor de Direito em Brasília, José Miranda de Siqueira, além da pediatra e neonatologista cearense Eliane de Oliveira.

Segundo levantamento a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma a cada cinco mulheres com mais de 40 anos já fizeram, pelo menos, um aborto na vida. A prática é proibida pelo Código Penal Brasileiro desde 1984, com penas que variam entre um a dez anos de prisão. Mesmo assim, o aborto é a quinta principal causa de morte no Brasil.

As inscrições devem ser feitas até o dia 5 de agosto pelo telefone: (85) 3366-8474. A entrada é gratuita. O evento ocorre no prédio da Faculdade de Medicina da UFC, na Sala C do bloco da Biblioteca. A programação começa sempre às 8h30 da manhã e segue até às 18 horas.

Serviço
Seminário em Defesa da Vida Humana – Formação de multiplicadores
Data: 7 e 8 de agosto
Local: Faculdade de Medicina da UFC (Rua Delmiro de Farias, S/Nº, Rodolfo Teófilo), sala C do bloco da Biclioteca.
Informações: (85) 3366-8471