CELEBRAÇÃO DO TRÍDUO PASCAL

1º DIA DO TRÍDUO : QUINTA FEIRA SANTA CEIA DO SENHOR

Preparando a ceia – Em família, a mesa pode ser preparada com a participação de todos para uma ceia. Cada pessoa poderá oferecer algo seu que parta da sua criatividade, da sua imaginação. A ceia poderá ser tanto de alimentos, (pão, uva, frutas, chocolate, biscoitos) como de coisas ou objetos simbólicos que possam ser partilhados durante a ceia.
Comentário inicial – Jesus instituiu a Eucaristia para que perpetuamente seja celebrada, atualizada, pela humanidade. Ela é fonte de vida e nela celebramos a certeza da nossa salvação. Tudo é concedido ao ser humano no amor e na gratuidade, para que pudesse participar do plano divino. Hoje aqui em família nós podemos juntos celebrar simbolicamente aquela tarde, acolhendo de coração todas as bênçãos que com certeza serão derramadas sobre nós. Recebendo com carinho a imagem de Nossa Senhora, cantemos:
Entrada da imagem  de Nossa Senhora
CANTO
É bom estarmos juntos nesta mesa do Senhor.  E sentirmos sua presença no calor do nosso irmão.  Deus nos reúne aqui, em um só Espírito, em um só coração.  Toda a família vem.  Não falta ninguém nesta comunhão.
E vem cantando entre nós Maria de Deus, Senhora da paz.  E vem orando por nós a mãe de Jesus.
Maria nossa mãezinha nos convida à união. Sua presença une, faz-nos todos mais irmãos.  Nossa Senhora escuta o nosso silêncio, nossa oração.  E apresenta ao Filho, que se dá no Vinho, que se dá no Pão.
Comentarista – Os gestos de Jesus durante a Ceia estão gravados na nossa memória. Foram mais do que simples gestos, mas para nós são ensinamentos de vida e receita para a felicidade. Partilhar o pão; colocar-se aos pés do irmão e lavar os seus pés serão atitudes de amor que, se praticadas em família, farão toda a diferença nos nossos relacionamentos.

CANTO DE ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
EU VOS DOU UM NOVO MANDAMENTO:
QUE VOS AMEIS UNS AOS OUTROS
ASSIM COMO EU VOS AMEI
DISSE O SENHOR (2X)

EVANGELHO DE JOÃO 13,1-15
Era antes da festa da páscoa. Jesus sabia que tinha chegado a sua hora de passar deste mundo para o Pai; tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim. Estavam tomando a ceia. O diabo já tinha posto no coração de Judas, filho de Simão Iscariotes, o propósito de entregar Jesus. Jesus sabendo que o Pai tinha colocado tudo em suas mãos e que de Deus tinha saído e para Deus voltava, levantou-se da mesa, tirou o manto, pegou uma toalha e amarrou-a na cintura. Derramou água numa bacia e começou a lavar os pés dos discípulos, enxugando-os com a toalha com que estava cingido. Chegou a vez de Simão Pedro. Pedro disse: “Senhor, tu me lavas os pés”? Respondeu Jesus: “Agora, não entendes o que estou fazendo; mais tarde compreenderás”. Disse-lhe Pedro: “Tu nunca me lavarás os pés”! Mas Jesus respondeu: “Se eu não te lavar, não terás parte comigo”. Simão Pedro disse: “Senhor, então lava não somente os meus pés, mas também as mãos e a cabeça”. Jesus respondeu: “Quem já se banhou não precisa lavar senão os pés, porque já está todo limpo. Também vós estais limpos, mas não todos”. Jesus sabia quem o ia entregar; por isso disse: “Nem todos estais limpos”. Depois de ter lavado os pés dos discípulos, Jesus vestiu o manto e sentou-se de novo. E disse aos discípulos. “ Compreendeis o que acabo de fazer? Vós me chamais mestre e Senhor, e dizeis bem, pois eu o sou. Portanto, se eu, o Senhor e mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns dos outros. Dei-vos o exemplo, para que façais a mesma coisa que eu fiz.. Em verdade, em verdade vos digo: O servo não é maior do que o seu Senhor, nem o enviado é maior do que aquele que o enviou. Se compreendeis estas coisas, sereis felizes, sob a condição de as praticardes”. Palavra da Salvação!

*Espontaneamente a exemplo de Jesus cada participante poderá escolher uma pessoa da família e com muito carinho e seriedade lavar os seus pés, oferecendo este gesto a Jesus como oração e sacrifício.

CANTO PARA O LAVA-PÉS
1 – JESUS ERGUENDO-SE DA CEIA
JARRO E BACIA TOMOU
LAVOU OS PÉS DOS DISCÍPULOS
ESTE EXEMPLO NOS DEIXOU
AOS PÉS DE PEDRO INCLINOU-SE
Ó MESTRE, NÃO POR QUEM ÉS!
NÃO TERÁS PARTE COMIGO
SE NÃO LAVAR OS TEUS PÉS (BIS)
2 – ÉS O SENHOR, TU ÉS O MESTRE
OS MEUS PÉS NÃO LAVARÁS
O QUE ORA FAÇO NÃO SABES
MAS DEPOIS COMPREENDERÁS
SE EU VOSSO MESTRE E SENHOR
VOSSOS PÉS HOJE LAVAREI
LAVAI OS PÉS UNS DOS OUTROS
EIS A LIÇÃO QUE VOS DEI. (BIS)
3- EIS COMO IRÃO RECONHECER-VOS
COMO DISCÍPULOS MEUS
SE VOS AMEIS UNS AOS OUTROS
DISSE JESUS PARA OS SEUS
DOU-VOS NOVO MANDAMENTO
DEIXO AO PARTIR NOVA LEI
QUE VOS AMEIS UNS AOS OUTROS
ASSIM COMO EU VOS AMEI. (BIS)
MOMENTO DE PARTILHA E DE PRECES.
Este é o momento em que a família faz a partilha dos alimentos, objetos simbólicos tudo quanto foi colocado sobre a mesa para a Ceia. À medida que cada pessoa for fazendo a sua oferta ao irmão, fará também, espontaneamente, uma prece por este mesmo irmão.
PARTILHA EM FAMÍLIA:
– Como você se sentiu vivendo a experiência do lava-pés e da partilha? – Lavar o pé é uma ação simbólica. O que significa concretamente esta ação, no seu entendimento?

2ºDIA DO TRÍDUO: SEXTA-FEIRA DA PAIXÃO.

Sugestões para a celebração:
O clima de silêncio e o ambiente despojado expressam a dor e o luto da comunidade. Mesa sem toalhas, sem flores e sem candelabros; a cor das vestes é vermelha, sinal do sangue do Senhor derramado na cruz.

VIA SACRA EM FAMÍLIA
DIRIGENTE – A Via Sacra é uma oração forte porque nos lembra o caminho da dor e do sofrimento de JESUS, no percurso de sua Divina missão Redentora. De modo perfeito e heroico o SENHOR aceitou a Cruz para Redimir e Salvar todas as gerações, demonstrando uma profunda obediência ao SANTO PAI e um infinito Amor à humanidade.
Instruções: A celebração da Via Sacra pode também ser feita em qualquer lugar, rua, montanha, praia, os lugares onde se para. Se possível, os ambientes devem ser preparados antes, de modo a criar um clima de interiorização e evitar distrações durante a realização da Via Sacra. Podem ser intercalados cânticos a qualquer momento. Todas as estações têm uma estrutura esquemática semelhante, o que facilita a compreensão da celebração e permite adicionar cânticos ou outras orações.
À frente segue uma pessoa com a cruz, e duas pessoas cada uma com uma vela acesa ao lado da cruz. Seguidos da pessoa que preside e depois por todas as outras pessoas. Quando se lê a frase no início da estação Nós vos adoramos, SENHOR JESUS e vos bendizemos, ajoelham-se todos e levantam-se após responderem: Porque pela Vossa Santa Cruz, remistes o mundo!
Na estação em que Jesus morre na cruz, ajoelham-se todos no fim da leitura, por uns breves instantes; o que preside deve dar o exemplo.

CANTO DE ENTRADA
Senhor, pela tua paixão, no abandono da cruz
Tem piedade de nós, Jesus pelo sangue jorrado
Do teu coração, pelo teu sacrifício misericórdia
Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos, te bendizemos, te glorificamos, ó senhor
Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos, te bendizemos, te glorificamos, ó senhor
Deus pai, vos ofertamos o corpo e o sangue de Cristo
Sua alma e sua divindade em espiação dos nossos pecados
Todos – Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos te bendizemos te glorificamos, ó senhor
Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos te bendizemos te glorificamos, ó senhor

PRIMEIRA ESTAÇÃO: “JESUS  É CONDENADO À MORTE.”

Comentário – Aquele que nunca condenou foi injustamente condenado. Condenado por falar a verdade, por pregar o amor e a misericórdia, por querer renovar a face da terra. Para nós fica a lição: a condenação não vem de Deus, mas dos homens. Deus não condena, Deus acolhe e perdoa. Que nós de uma vez por todas, na nossa família, possamos ao invés de condenar, acolher, ajudar, aconselhar, animar, abrir os olhos, exortar.
Oração
Senhor ajuda-me nos momentos de angústia e sofrimento a rezar com a certeza de que rezando recebo a graça de fazer a Tua vontade e não a minha.
Todos – Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos te bendizemos te glorificamos, ó senhor

SEGUNDA ESTAÇÃO “JESUS CARREGA A SUA CRUZ”

Comentário – Jesus recebeu a Cruz como missão. Não hesitou em cumpri-la. Sobre os seus ombros Ele assumiu o pecado dos homens. Assumir a nossa cruz também é nossa missão! A Cruz para nós são os encargos, os trabalhos do dia a dia, as nossas dificuldades. Depois que Jesus deu o exemplo a Cruz tornou-se Redentora e sinal de vitória. Que possamos na nossa família encarar as nossas provações, aprendendo com Jesus, nosso Mestre e Senhor.

Oração
É difícil, Senhor, olhar à minha volta, é difícil olhar dentro de mim mesmo e não ver as feridas deste homem humilhado e escarnecido! Ensina-me Senhor, a levar a cruz do meu ser humano, do meu ser criatura, para que descubra que contigo, a carga é leve.
Todos – Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos te bendizemos te glorificamos, ó senhor

TERCEIRA ESTAÇÃO  “JESUS CAI PELA PRIMEIRA VEZ”

DIRIGENTE – Numa ladeira com degraus de pedra, ELE cai pela primeira vez, batendo com o joelho esquerdo forte contra o piso rústico, esfolando-o por causa do peso da Cruz. Os soldados que O escoltava, severos e cruéis, com os chicotes forçaram-no a levantar-se e continuar a caminhada.

Comentário – É o próprio Jesus quem nos dá a lição. Na nossa caminhada caímos e nos ferimos. Somos subjugados pelo peso da vida e para continuar a viver somos obrigados também a nos levantar e a começar tudo de novo. A família é o lugar onde mais aprendemos a nos levantar e a recomeçar quando caímos. Que a mesma força que fez o Senhor levantar-se nos ajude nos momentos de queda.
Oração
Senhor, Tu caíste sob o peso da Cruz. Eu também, Senhor costumo cair subjugado pelo peso dos meus pecados. Escorrego  e, enfraquecido,  caio na tentação.
Ajuda-me a levantar-me quando cair. Segura na minha mão e que eu possa também com a mesma mão ajudar ao meu irmão quando este cair.
Todos – Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos te bendizemos te glorificamos, ó senhor

QUARTA ESTAÇÃO “JESUS SE ENCONTRA COM SUA MÃE”

Comentário – Contemplando esta cena do encontro de Jesus com Sua Mãe, nós podemos também refletir nas dores que transpassam o coração das mães nas nossas famílias. A dor do filho torna-se sempre a dor da sua mãe. Maria sofreu por Jesus, e n’Ele não havia culpa alguma. Porém, nós como filhos quantas dores causamos às nossas mães, pelo descaso, pela falta de atenção, por querermos liberdade, e tantas coisas mais…. Somos culpados, precisamos do perdão de Deus e das nossas mães.
Oração
Virgem Mãe ajuda-me a ser um filho fiel. Preciso do Teu amparo e da Tua proteção de mãe. Que eu saiba, com o Teu auxílio e com a Tua intercessão de Mãe do céu, acolher com carinho e ternura a minha mãe da terra.
Todos – Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos te bendizemos te glorificamos, ó senhor

QUINTA ESTAÇÃO “SIMÃO CIRINEU AJUDA A CARREGAR A CRUZ”

Comentário – O Cirineu foi obrigado pelos soldados romanos a carregar a Cruz de Jesus. À contragosto ele “aceitou” e, no final, foi tocado pela graça e pela força de Jesus. Assim como ele nós também muitas vezes somos quase que “obrigados” a assumir cruzes que nem nos pertencem. São pessoas que passam por dificuldades e nos procuram, pedindo auxílio. São contratempos, coisas que nem estavam nos nossos planos! Situações de familiares, amigos ou conhecidos em que nos envolvemos. Que nós possamos hoje, perceber como foi de grande valor a ajuda que o Simão de Cirene deu a Jesus e pensando nele, nos tornemos mais disponíveis para ajudar as pessoas que passam por dificuldades.
Oração
Senhor Jesus, dá-me o entendimento da grande alegria que há no céu quando eu aqui na terra ajudo a quem precisa de mim. Faz-me perceber que na medida da minha solidariedade, do meu amor, eu também recebo o Teu amor e a Tua bênção. Que eu possa abrir o meu coração e abraçar também a Cruz do meu irmão, contigo, Senhor.
Todos – Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos te bendizemos te glorificamos, ó senho

SEXTA ESTAÇÃO “VERÔNICA ENXUGA O ROSTO DE JESUS”
Comentário – No gesto de Verônica nós identificamos a ousadia da mulher. A mulher que busca Deus, a mulher que vence qualquer barreira para encontrar Aquele Único que pode preencher o seu profundo vazio espiritual. O rosto de Jesus fica gravado no coração de cada mulher, de cada mãe, de cada filha que O procura. É através do semblante de Jesus, gravado no seu coração que a mulher dá  testemunho dentro da sua casa, para a sua família do Amor de Deus e da Salvação de Jesus Cristo na sua vida!

Oração
Grava, Senhor, no meu coração também, como aconteceu com Verônica, o Teu semblante. E a cada passo que eu der que eu irradie para o mundo a ternura do Teu olhar, o Teu sorriso alegre, a Tua Face serena. Que eu acolha, abrace, ame e em Teu Nome, Senhor anuncie ao mundo o Teu Reino de Amor Eterno.

Todos – Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos te bendizemos te glorificamos, ó senhor

SÉTIMA ESTAÇÃO “JESUS CAI PELA SEGUNDA VEZ”
Comentário –  Mais uma vez Jesus tropeçou e caiu!  Acontece também conosco. O espírito está preparado, as nossas intenções são boas, não queremos cair, mas caímos. Somos empurrados pelas circunstâncias, pelas pessoas, pelo mundo. Nunca poderemos confiar na nossa humanidade. Teremos sempre que ter em mente que somos fracos. Vigiar e orar, eis o conselho do Mestre. A oração é a fortaleza do homem. Portanto, a oração em família é a força que a trará unida e em pé.
Oração
Senhor Jesus, Tu caíste sob o peso dos meus pecados.  Ao caíres, Senhor Tu me mostraste  que nenhum homem por si só, permanece de pé em todos os momentos de sua vida . Eu Te peço, dá-me coragem para, vencendo toda a fraqueza e desânimo, apoderar-me da graça que desce do céu a fim de que eu possa enfrentar a minha humanidade e, vencendo o mal, me levantar e caminhar indo mais além.
Todos – Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos te bendizemos te glorificamos, ó senhor

OITAVA ESTAÇÃO “JESUS CONSOLA AS MULHERES DE JERUSALÉM”
Comentário –  “não chorem por mim”, disse Jesus. Mesmo enfrentando o auge do sofrimento, da flagelação e da dor, o Senhor não pensou nele mesmo. Ele tinha consciência da sua missão de revelar ao mundo as coisas do Pai. As mulheres ainda hoje continuam chorando. Choram os seus filhos que são flagelados pelo mundo; choram pelos seus maridos, desempregados, ou açoitados pela sedução do inimigo; choram porque sentem-se abandonadas, solitárias e indefesas. Jesus continua olhando para as mulheres a fim de consola-las e protege-las.
Oração
Senhor, tu tens um carinho especial pela mulher! Faze, Senhor, com que toda mulher  compreenda que só Tu podes preencher o vazio do seu  coração; que ela é o sustentáculo da família; que ela foi escolhida como intercessora, como mediadora. Faça Senhor com que cada mulher da terra reflita a imagem da tua Mãe, a mulher do céu, a Mãe da humanidade!
Todos – Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos te bendizemos te glorificamos, ó senhor

NONA ESTAÇÃO “JESUS CAI PELA TERCEIRA VEZ”
Comentário – Três vezes ao chão! Mais uma vez Jesus cai. Caiu para nos mostrar que as quedas fazem parte da nossa caminhada, que a queda nos permite enfrentar experiências construtivas. Que nós possamos como família, admitir as nossas quedas e que, a cada experiência, do chão nós olhemos para o alto, para o céu de onde vem toda a graça que nos faz levantar, bater a poeira e prosseguir viagem.
Oração
Senhor, eu também continuo caindo. Ajuda-me a levantar-me, dá-me a Tua Mão! Não deixes que fique no chão, dá-me força e coragem para enfrentar mais uma vez os desafios da minha vida.
Todos – Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos te bendizemos te glorificamos, ó senhor

DÉCIMA ESTAÇÃO -“JESUS É DESPOJADO DE SUAS VESTES”

Comentário –  O que poderá significar para nós este ato dos soldados romanos? Qual o interesse que eles teriam em ficar com os pedaços das vestes de Jesus? A maldade e o desejo de explorar os outros tornam as pessoas insaciáveis. Faz parte da mentalidade do mundo tirar vantagem das situações! Ao entregar tudo o que possuía, Jesus nos dá uma lição de despojamento, de entrega, de não fazer questão por coisas que se acabam que passam e que com o tempo se tornam pó. Quantas famílias que se agridem, que se dividem por questões de natureza material, por não quererem ceder, repartir, partilhar! Quanto engano!
Oração
Senhor, eu sei que muita coisa depende de mim! Eu sei que eu posso dar exemplo de despojamento, de renúncia, de solidariedade. Quero entregar a Ti tudo o que eu tenho e sou. Que eu seja na minha casa, um instrumento de paz e de concórdia. Ensina-me a repartir, ensina-me a ser solidário, ensina-me a desapegar-me das coisas que passam e abraçar as coisas que não passam.
Todos – Deus Santo, Deus Forte, Deus imortal e de poder
Nós Te adoramos, Te bendizemos, te Glorificamos, ó Senhor

DÉCIMA PRIMEIRA ESTAÇÃO “JESUS É PREGADO NA CRUZ”

Comentário – JESUS sabia que a morte não era o fim. ELE sabia que era apenas uma passagem para a Vida Eterna na casa do PAI. Assim como o bom ladrão arrependido recebeu o perdão de Jesus, toda pessoa que se arrepende de suas faltas e se volta para DEUS, ainda que seja na última hora, poderá receber o perdão Divino e ser acolhida no Céu. O perdão e a misericórdia de Deus são para todos aqueles que confiam nas Suas promessas. Isto, nós precisamos divulgar dentro das nossas famílias. Ainda há tempo para arrependimento!
Oração
Ajuda-me, Senhor nas horas em que também eu me sinto pregado na cruz, pelos desafios da minha vida. Que eu possa te contemplar para perceber que ao assumir a Cruz tu me mostras que contigo eu poderei também ser crucificado e, depois serei ressuscitado contigo.
Todos – Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal e de poder Nós Te adoramos, te bendizemos te glorificamos, ó Senhor

DÉCIMA SEGUNDA ESTAÇÃO  “JESUS MORRE NA CRUZ”

Comentário – A Bíblia não fala o nome do Discípulo que estava ao lado de NOSSA SENHORA. É uma maneira de mostrar que naquele Discípulo está a imagem de todas as gerações, a humanidade inteira.  Assim, o que JESUS disse ao Seu discípulos  está dizendo hoje também a cada um de nós: Filhos, aí está a Mãe de vocês! A partir daquele momento, NOSSA SENHORA tornou-se a Mãe da Igreja, a Mãe de todos nós. Receber a Sua própria Mãe como nossa mãe foi para nós o melhor presente. A certeza de que no céu há alguém que vela, que zela por nós e nos protege é a maior motivação que temos para que possamos atravessar a estrada nesta terra. Ela é mãe que ensina, que forma, que ama, e que prepara para a humanidade um lugar no Seu Imaculado Coração.
ORAÇÃO – Ave Maria, cheia de graças, o SENHOR é convosco, bendita sóis vós entre as mulheres e bendito o fruto de vosso ventre, JESUS. Santa Maria, MÃE DE DEUS, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém
DIRIGENTE – Quando JESUS viu que tudo estava terminado, ELE gritou bem alto: PAI, nas tuas mãos entrego o Meu ESPÍRITO. Depois de dizer isso, baixou a cabeça e morreu!
Momento de silêncio e oração interior.

DÉCIMA TERCEIRA ESTAÇÃO “JESUS É DESCIDO DA CRUZ”
Comentário – Nos braços de MARIA estava o Corpo de seu Filho querido; no Coração de MARIA permaneciam, a dor e a angústia de uma MÃE aflita, ao ver as consequências da maldade e da violência da humanidade!
Oração
Ó MARIA, mãe das dores, fortalecei a fé no coração de todas as pessoas de nossas famílias, a fim de que tenhamos serenidade para enfrentar os momentos mais difíceis em nossa vida e com o auxílio do SENHOR, possamos ultrapassar todas as dificuldades do cotidiano.

Todos – Deus santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós te adoramos te bendizemos te glorificamos, ó senhor

DÉCIMA QUARTA ESTAÇÃO – “JESUS É COLOCADO NO SEPULCRO”
Comentário – Ao entrar no sepulcro Jesus sepultou o nosso pecado. Esta é a grande verdade que deve nortear a nossa vida. Não somos mais escravos do pecado. Não somos mais obrigados a viver sob o peso do pecado apesar de que ainda sejamos pecadores. Os momentos de dificuldades pelos quais passamos muitas vezes se comparam com o descer ao sepulcro. Porém, quando pensamos na Paixão de Jesus Cristo e que Ele também passou pelo Sepulcro, temos a oportunidade de vislumbrar também para nós o que acontecerá depois que a pedra do nosso sepulcro também rolar.
Oração – Oh Senhor, nós queremos neste momento colocar no Sepulcro todas as nossas dificuldades e sofrimentos decorrentes do pecado que ainda tenta nos escravizar. Dá-nos a graça de entender que o nosso pecado já foi sepultado Contigo e que confiando em Ti nós podemos viver uma nova vida.

Todos – Deus Santo, Deus forte, Deus imortal e de poder
Nós Te adoramos, Te bendizemos, Te glorificamos ó Senhor

CANTO – (SUBSTITUI A ORAÇÃO)
Deus enviou Seu Filho amado. Para morrer em meu lugar. Na Cruz pagou por meus pecados, mas o sepulcro vazio está porque Ele vive. Porque Ele vive, eu posso crer no amanhã. Porque Ele vive, temor não há. Mas eu bem que a minha vida está nas mãos do meu Senhor que vivo está.

PAI NOSSO/.Ave MARIA/ Glória ao Pai.

As sete palavras de Jesus na CRUZ
1) – Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem. 2) – Hoje estarás comigo no paraíso. 3) – Mulher, eis o teu filho; filho eis a tua mãe. 4) – Meu Deus, por que me abandonastes? 5) – Tenho sede. 6) – Tudo está consumado. 7) – Pai, em tuas mãos entrego o meu espírito.

3º DIA – SÁBADO – PROCLAMAÇÃO DA PÁSCOA

O sábado é um dia de silêncio e expectativa pela hora da
Proclamação da Páscoa nas Celebrações Eucarísticas pela TV
Antes, porém, podemos reunir a nossa família para rezar o terço  a Nossa Senhora em agradecimento pelos momentos que passamos juntos vivendo esta semana.
Você pode usar sua imaginação e preparar os cânticos, leitura da Palavra ou algo mais para não deixar em branco este dia.
SUGESTÃO DE LEITURAS
Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos 6, 3-11

Irmãos:
3. Será que ignorais que todos nós,
batizados em Jesus Cristo,
é na sua morte que fomos batizados?
4. Pelo batismo na sua morte, fomos sepultados com ele,
para que, como Cristo ressuscitou dos mortos
pela glória do Pai,
assim também nós levemos uma vida nova.
5. Pois, se fomos de certo modo identificados a Jesus
Cristo por uma morte semelhante à sua,
seremos semelhantes a ele também pela ressurreição.
6. Sabemos que o nosso velho homem
foi crucificado com Cristo,
para que seja destruído o corpo de pecado,
de maneira a não mais servirmos ao pecado.
7. Com efeito, aquele que morreu está livre do pecado.
8. Se, pois, morremos com Cristo,
cremos que também viveremos com ele.
9. Sabemos que Cristo ressuscitado dos mortos
não morre mais;
a morte já não tem poder sobre ele.
10. Pois aquele que morreu,
morreu para o pecado uma vez por todas;
mas aquele que vive, é para Deus que vive.
11. Assim, vós também considerai-vos mortos para o pecado
e vivos para Deus, em Jesus Cristo.
– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.
Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. 28, 1-10

1. Depois do sábado,
ao amanhecer do primeiro dia da semana,
Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.
2. De repente, houve um grande tremor de terra:
o anjo do Senhor desceu do céu
e, aproximando-se, retirou a pedra e sentou-se nela.
3. Sua aparência era como um relâmpago,
e suas vestes eram brancas como a neve.
4. Os guardas ficaram com tanto medo do anjo,
que tremeram, e ficaram como mortos.
5. Então o anjo disse às mulheres:
‘Não tenhais medo!
Sei que procurais Jesus, que foi crucificado.
6. Ele não está aqui!
Ressuscitou, como havia dito!
Vinde ver o lugar em que ele estava.
7. Ide depressa contar aos discípulos
que ele ressuscitou dos mortos,
e que vai à vossa frente para a Galiléia.
Lá vós o vereis. É o que tenho a dizer-vos.’
8. As mulheres partiram depressa do sepulcro.
Estavam com medo, mas correram com grande alegria,
para dar a notícia aos discípulos.
9. De repente, Jesus foi ao encontro delas, e disse:
‘Alegrai-vos!’ As mulheres aproximaram-se,
e prostraram-se diante de Jesus, abraçando seus pés.
10. Então Jesus disse a elas: ‘Não tenhais medo.
Ide anunciar aos meus irmãos
que se dirijam para a Galiléia.
Lá eles me verão.’

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

DOMINGO DA RESSURREIÇÃO
“A RESSURREIÇÃO DE JESUS”
Hoje, antes ou após a celebração Eucarística reúna-se com aqueles que permanecem na sua casa e façam juntos uma reflexão sobre a RESSURREIÇÃO de Jesus e os efeitos que ela produz nas suas vidas.
DIRIGENTE – Houve um forte tremor de terra, que fez rolar a pedra que fechava o túmulo do SENHOR, ao mesmo tempo em que uma luz brilhante saiu de dentro e projetou no chão os soldados, como se estivessem mortos, paralisados contra o solo, enquanto JESUS ressuscitava.
A mensagem simples, mas poderosa da Ressurreição foi anunciada em primeiro lugar às mulheres que foram ao túmulo onde havia sido colocado o corpo do Senhor Jesus.
Com corações pesados de tristeza, elas chegaram ao jardim e encontraram a grande pedra, que fechava a entrada, fora de seu lugar, rolada para o lado, e viram que o selo do sepulcro havia sido retirado. Então uma voz de anjo chegou até seus ouvidos. Essa foi a mensagem mais maravilhosa jamais anunciada: “Por que buscais entre os mortos ao que vive? Ele não está aqui, mas ressuscitou” (Lc 24.5b-6a).
Nos dias seguintes, o Cristo ressuscitado apareceu para mais de quinhentos discípulos e seguidores (1 Co 15.6). Quando se propagou a maravilhosa notícia de que Jesus Cristo, o crucificado, estava vivo, os discípulos arriscaram a própria vida para irem por todo o mundo anunciando a mensagem. Por quê? Porque a ressurreição do Senhor Jesus Cristo tem um significado vital para todas as pessoas em todos os lugares.
Ele ressuscitou para ser Mediador entre Deus e os homens. Ele deu a sua vida como sacrifício pelos nossos pecados, e só com base em Seu sacrifício no Calvário, por causa de Jesus, Deus perdoa os nossos pecados (1 Jo 2.12). “E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo que importa que sejamos salvos” (At 4.12).
Os homens pensaram acabar com a obra de Jesus, matando-O – mas Ele ressuscitou como Vencedor e vive hoje! Através de sua morte e ressurreição todos os que O invocam recebem a salvação.
“Se, com a tua boca, confessares a Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo” (Rm 10.9)
CANTO FINAL
De manhã bem cedinho todos correram lá
Com a asa branca e o passarinho foram depressa amar
Eis que bem forte dispara o coração
Quanta surpresa Lá não estava não
Foi por mim e por você que tudo  aconteceu
O amor que por si dar nunca jamais viveu
Findo três dias grande poder se viu
Grande mistério, Jesus que ressurgiu
Vida nova faz brotar e então compreender
Como a pedra fez rolar pra nos fazer viver
Entre os mortos, não dá mais para encontrar
Quem vive e reina pra nos fazer amar
JESUS RESSURGIU (4X)