361

Dirigente –  – Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo….

Estamos aqui mais uma vez reunidos, em família, para celebrar o Natal de Jesus Cristo. Tendo como inspiração o cenário do Presépio em Belém e a simplicidade de uma manjedoura colocada em um estábulo, reviveremos hoje as alegrias daquela noite esplendorosa em que José e Maria ali encontraram o único lugar para acolher o Filho de Deus tão esperado como um rei cheio de glória.

Todos: Queremos nos comprometer com a alegria em nossa vida familiar!

(ENTRAM as IMAGENS DE MARIA e DE S. JOSÉ)

(entram os três reis magos e a ESTRELA)

Assim como os reis magos, atraídos pela Estrela tiveram um encontro pessoal com o Menino Jesus, nós também, neste momento, visualizamos a “estrela” que nos guia até Belém nos motivando para que, em família, tenhamos uma experiência com a salvação de Jesus. 

ACOLHIDA DA LUZ

Leitor I :O povo que andava em trevas, viu grande luz, e aos que viviam na região da sombra da morte resplandeceu-lhes a luz. (Isaías 9,2)

(Acende a vela sobre a mesa e diz)

Acendo esta vela. Sua luz ilumina nossa família. Assim pode­mos ver melhor o outro e reconhecer os laços de afeto e sangue que nos unem.

Leitor II – O aconchego de uma família unida e feliz vale muito mais do que muitos bens materiais acumulados. A família é o berço e é no berço que a criança é alimentada, cuidada e fortalecida. Por isso Jesus Cristo quis nascer numa família. É a partir de cada família da Terra que o projeto de Deus para o futuro da humanidade se realiza.

Todos: Queremos realizar a vontade de Deus, sendo alimento de vida nova uns para os outros em nossos encontros!

Leitor III – A Palavra de Deus se tornou homem em Jesus de Nazaré. Sua mensagem é luz para a nossa vida.  Ela nos leva a nos reconhecer como família cristã e nos dá a direção para que sigamos o caminho que Jesus abriu para nós. Aclamemos, portanto o Santo Evangelho, cantando.

CANTO DE ACLAMAÇÃO

 1) Vinde cristãos, vinde à porfia, hinos cantemos de louvor. Hinos de paz e de alegria, hinos dos anjos do Senhor.

Glóoooooria a Deus nas alturas!

2) Foi numa noite venturosa do nascimento do Senhor. Que anjos de voz harmoniosa deram a Deus o seu louvor.

3) Vinde juntai-vos aos pastores, vinde com eles a Belém Vinde correndo pressurosos, o Salvador, enfim nos vem.

EVANGELHO DE JESUS CRISTO SEGUNDO LUCAS – Cap. 2, 1.3-20

“Naquele tempo, enquanto José e Maria estavam em Belém, chegou o dia em que ela devia dar à luz; ela deu à luz o seu filho primogênito, envolveu-o em faixas e o deitou em uma manjedoura, porque não havia lugar para eles na sala dos hóspedes. Havia na mesma região, pastores, que viviam nos campos e montavam guarda durante a noite junto a seu rebanho. Um anjo do Senhor se apresentou diante deles, a glória do Senhor os envolveu de luz e eles ficaram tomados de grande temor. O anjo lhes disse: “Não tenhais medo, pois eis que eu venho anunciar-vos uma boa nova, que será uma grande alegria para todo o povo: “nasceu-vos hoje, na cidade de David, um Salvador, que é o Cristo Senhor; e eis o sinal que vos é dado: achareis um recém-nascido envolto em faixas e deitado numa manjedoura”. De repente, apareceu uma multidão da milícia celeste que cantava os louvores de Deus e dizia: “Glória a Deus no mais alto dos céus e sobre a terra paz para os seus bem amados”. Palavra da Salvação!

Todos – Glória a Vós, Senhor!

Dirigente JESUS  vem até nós como o sol iluminando e aquecendo todos os corações, manifestando a glória do Senhor e a grandeza de nosso  Deus.  Que não haja em nossa alma qualquer espaço escondido e obscuro, fechado à luz que é Jesus.  Entreguemos a Ele as nossas preocupações, temores, angústias, rixas, para que Ele as transforme em  PAZ, AMOR, E ESPERANÇA

Todos: Queremos cultivar a simplicidade e a humildade em nossas relações familiares!

ENTRA A IMAGEM DO MENINO JESUS

CANTO DE ACOLHIDA

– Noite Feliz (2x)  Ó Senhor, Deus de amor.  Pobrezinho nasceu em Belém. Eis na lapa Jesus nosso bem.  Dorme em paz ó Jesus, dorme em paz ó Jesus.

– Noite Feliz (2x). Ó Jesus Deus da luz.  Quão afável é o teu coração. Que quiseste nascer nosso irmão.  E a nós todos salvar  e a nós todos salvar.

– Noite Feliz (2x) Eis que no ar, vem cantar.  Aos pastores, os anjos do céu.  Anunciando a chegada de Deus.  De Jesus Salvador, de Jesus Salvador!

CANTO FINAL

Que nenhuma família comece em qualquer de repente.  Que nenhuma família termine por falta de amor.  Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente. E que nada no mundo separe um casal sonhador.  Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte.  Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois.  Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte. Que eles vivam do ontem, no hoje, e em função de um depois.   Que a família comece e termine sabendo aonde vai. E que os homens carreguem no ombro a graça de um Pai. Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor./ E que os filhos conheçam a força que brota do amor.


ABENÇOA SENHOR AS FAMILIAS, AMÉM!   ABENÇOA SENHOR A
MINHA TAMBÉM  (2x)

Que marido e mulher tenham a força de amar sem medida.  Que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar o perdão. Que as crianças aprendam no colo o sentido da vida. Que a família celebre a partilha do abraço e do pão. Que marido e mulher não se traiam nem traiam seus filhos.  Que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois. Que no seu firmamento a estrela que tem maior brilho.  Seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depois.

Uma história para ilustração:  Fábula das Três Árvores!

Havia, numa cidade, três pequenas árvores que sonhavam o que seriam depois de grandes.

A primeira, olhando as estrelas, disse:   – Eu quero ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros. Para tal, até me disponho a ser cortada.   A segunda olhou para o riacho e suspirou:  –  Eu quero ser um grande navio para transportar reis e rainhas.  A terceira árvore olhou o vale e disse: – Quero ficar aqui no alto da montanha e crescer tanto, mas tanto, que as pessoas, ao olharem para mim, levantem seus olhos e pensem em Deus.

Todas ficaram muito ansiosas em serem transformadas naquilo que sonhavam. Muitos anos se passaram e, em certo dia vieram três lenhadores e cortaram as três árvores. Mas lenhadores não costumam ouvir e nem entender sonhos… Que pena!

A primeira árvore foi transformada num coxo de animais, coberto de feno. A segunda virou um simples e pequeno barco de pesca, carregando pessoas e peixes todos os dias. E a terceira mesmo sonhando em ficar no alto da montanha, foi cortada em grossas vigas e colocada de lado num depósito.

E todas as três se perguntavam desiludidas e tristes: ” – Para que isso?”

Mas, numa certa noite, cheia de luz e de estrelas, onde havia mil melodias no ar, uma jovem mulher colocou seu bebê recém nascido naquele coxo de animais. E, de repente, a primeira árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo.  

Anos mais tarde, a segunda árvore, que fora transformada num barco, transportou no seu interior um homem que ali adormeceu  e, no meio de uma tempestade, quando o barca  estava já quase afundando, levantou-se  e disse ao mar revolto: “Sossegai”.

Num relance, a segunda árvore entendeu que estava carregando o Rei dos Céus e da Terra.

Tempos mais tarde, numa sexta-feira, a terceira árvore espantou-se quando suas vigas foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela, pois fora condenado à morte, mesmo sendo inocente.

Logo, sentiu-se horrível e cruel. Mas no domingo, o mundo vibrou de alegria e a terceira árvore entendeu que nela havia sido pregado o salvador  da humanidade, e que as pessoas sempre se lembrariam de Deus e de Seu Filho Jesus Cristo ao olharem para ela.

FELIZ NATAL !!!